HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

Barranco cede e duas pessoas morrem soterradas em Juiz de Fora

REGIÃO

O Corpo de Bombeiros de Juiz de Fora foi acionado na manhã desta terça-feira (3) devido a ocorrência de um desmoronamento de barranco em uma obra, localizada na Rua Tietê, próximo ao Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, no Bairro São Mateus, localizado na região central de Juiz de Fora. A obra se trata da construção de um condomínio residencial.

Cerca de 20 operários encontravam-se na obra no momento do acidente. Ao todo foram duas vítimas fatais. Duas pessoas atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhadas o Hospital de Pronto Socorro (HPS) e Maternidade Therezinha de Jesus. Além dos quatro operários, também foi atendido um quinto indivíduo que ficou levemente ferido na perna. Os demais operários estavam muito assustados com a situação envolvendo companheiros de trabalho.

Ao chegar ao local do acidente, a equipe do Corpo de Bombeiros encontrou um dos operários que já tinha conseguido sair do soterramento, mas que estava com muitas dores e ferimentos pelo corpo. Também localizaram de imediato, outro operário soterrado até os ombros.

Os bombeiros realizaram procedimentos emergenciais de segurança no local a fim de retirar o homem soterrado até os ombros, além de iniciarem as buscas por outras duas vítimas que estariam totalmente cobertas pela terra.

O homem com parte do corpo soterrado foi retirado com vida e algumas escoriações. As outras duas vítimas, um homem de 39 anos e outro de 54, foram retirados já sem vida. De acordo com informações da Tenente Priscila do Corpo de Bombeiros, as vítimas fatais estavam com uma camada de 30 centímetros de terra acima de seus corpos, o que impediu a possibilidade de respiração.

Foram realizados procedimentos de escoramento de emergência no barranco, que ainda corre o risco de ceder, devido uma seria de trincas em sua estrutura.

A Defesa Civil esteve no local para fazer uma análise estrutural nas residências do entorno do local do acidente, a fim de verificar possíveis prejuízos a fundações das casas e analisar os riscos de novos desmoronamentos. O subsecretário de Defesa Civil, coronel Sérgio Ricardo de Oliveira, informou que por medida preventiva a residência vizinha foi evacuada.

A empresa responsável pela obra e a Secretaria de Atividades Urbanas serão notificadas para eliminar completamente os riscos e também foram orientados para que os serviços na obra não sejam continuados. Toda a obra está sendo acompanhada pelo responsável técnico, que já estava no local e vem acompanhando os trabalhos.

Um engenheiro do Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia (CREA) esteve no local do acidente a fim de avaliar as condições da obra. De acordo com a análise inicial, a obra estava regularizada, todos os procedimentos de escoramento do entorno estavam realizados e todos os demais procedimentos de segurança também estavam em dia.

O Prefeito Bruno Siqueira (PMDB) também esteve no local acompanhando os serviços das equipes de resgate. A Polícia Militar (PM) encontra-se no local fazendo o controle da região a fim de evitar a entrada de pessoas no local do acidente. A Polícia Civil (PC) deverá comparecer à obra a fim de realizar as perícias necessárias, para que então os corpos das vítimas possam ser removidos pela funerária e então liberados para os familiares.

De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros, a causa mais provável do acidente foi a forte chuva. A grande quantidade de água sobre a área do barranco pode ter o sobrecarregado, vindo o mesmo a ceder.

Fonte: Diário Regional JF

DOCTUM OLIMPÍADA ACADÊMICA
FIC CATAGUASES