HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

Caso de febre amarela em humano é confirmado em Divino

Caso de febre amarela em humano é confirmado em Divino
Crédito da foto Para Prefeitura de Divino

Este é o segundo caso da doença registrado na Zona da Mata. Informação está no boletim epidemiológico da SES nesta quarta-feira (5).

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou nesta quarta-feira (5) um novo boletim com os casos de febre amarela. Um novo caso da doença foi confirmado na cidade de Divino, este foi o segundo confirmado na Zona da Mata. O outro caso confirmado foi em Carangola e o investigado em Espera Feliz foi descartado.

No novo boletim registros em macacos estão entre rumores em três cidades da região que não figuravam no informativo anterior, Espera Feliz, Faria Lemos e Pedro Teixeira. As demais localidades com rumores estão mantidas: Santa Rita de Ibitipoca, Bias Fortes, Chácara, Maripá de Minas, Piau, Dona Euzébia, Espera Feliz, Tombos, Carandaí, Mar de Espanha, Matias Barbosa e Senador Cortes.

Casos em investigação de epizootias não sofreram alterações em relação ao último boletim e seguem as cidades de Senhora dos Remédios, Recreio, São João del Rei, Muriaé, Argirita, Cataguases, Lima Duarte, Belmiro Braga, Viçosa, Tocantins, Ubá, Goianá, Rio Novo, Além Paraíba, Fervedouro e Visconde do Rio Branco.

Entre as mortes de primatas confirmadas por febre amarela, permanecem Leopoldina, Ewbank da Câmara, Juiz de Fora e Divino, sem nenhuma alteração em relação ao último relatório estadual. Nesta terça-feira (4) a Secretaria de Saúde de Juiz de Fora confirmou que foram registradas 38 mortes de macacos na cidade e que os casos seguem em investigação.

Em humanos, o caso de Divino é o segundo confirmado na Zona da Mata. O primeiro havia sido registrado na zona rural de Carangola. Os demais casos que estavam em investigação em Carangola, Espera Feliz e Orizânia foram todos descartados.

Em todo o estado, foram notificados 1.124 casos suspeitos em humanos, distribuídos entre 99 municípios. O número total de municípios com epizootias confirmadas para febre amarela é de 109. Casos seguem sendo investigados em 136 municípios e há rumores em outras 157 cidades.

O VIGILANTE ONLINE
Fonte: G1 Zona da Mata 

LEIA TAMBÉM NO JORNAL O VIGILANTE ONLINE

Confirmado o primeiro caso de febre amarela em humano na Zona da Mata


Leopoldina faz bloqueio na região onde macaco morto foi encontrado com suspeita de febre amarela


Macaco é encontrado morto em Leopoldina e passará por exames em Belo Horizonte


Mais um macaco é encontrado morto em Leopoldina

TOP BANNER SHOPTIME