HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

É preciso recuperar o sentimento coletivo de ser brasileiro

É preciso recuperar o sentimento coletivo de ser brasileiro

Mensalão, Petrolão, Crise nos Correios, Crise na Petrobrás, impeachment da presidenta, são alguns dos fatos que contribuíram para o atual quadro de estagnação vivido pela sociedade brasileira, resultando nos 14 milhões de desempregados, e consequentemente ao aumento da violência urbana, tráfico e consumo de drogas, crimes de toda ordem, falta de recursos para a saúde, educação, etc.

Escândalo após escândalo, o país não consegue acreditar que seja possível tanta roubalheira, tantos desvios de conduta e de recursos públicos. Se já não bastasse este legado dos últimos anos, denúncias contra o atual presidente, afastamento de senadores, prisões de ex-governadores, bilionários empreiteiros envolvidos em práticas criminosas, delações premiadas, além de revelar o mar de lama na antessala do poder e levar a política para o noticiário policial causaram um dano talvez inesquecível, para não dizer irreparável.

Ano passado, ouvi de especialistas da área econômica que 2017 seria um ano perdido. Estamos em junho e após sermos novamente surpreendidos pelo novo turbilhão de revelações de crimes e mais denúncias envolvendo a “elite” da política nacional, 2018 também estaria comprometido? Sem esta resposta e inegavelmente dividido, o país se arrasta à espera do fim da crise, com obras paralisadas, pesada tributação e recursos escassos para melhoria das condições de vida da sociedade.

Está estabelecido um racha sob o ponto de vista político, no qual lamentavelmente paira a torcida do quanto pior melhor, muito em razão da sucessão presidencial, situação que não interessa à população, pois prejudica a todos e reduz a possibilidade de retomada do crescimento e as correções dos rumos da economia. Parecem faltar perspectivas que nos motivem a resistir. É necessário que recuperemos, de fato, o sentimento coletivo de ser brasileiro, sob pena de que a paixão nos conduza ao radicalismo que confronta irmãos. Este combate só nos levará ao fracasso, produzindo uma dívida com as futuras gerações.

Júlio Cesar Martins é Jornalista, Radialista, Historiador e fundador do Jornal O VIGILANTE ONLINE.

posts relacionados