HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

Empresária de Leopoldina tem conta bancária invadida e hackers levam mais de R$ 14 mil


LEOPOLDINA

Jornal O Vigilante Online

A empresária Daniele Pinho Nogueira, sócia administradora do Centro de Formação de Condutores Pit Stop, em Leopoldina, reclama ter sido vítima de um golpe aplicado por um hacker no momento em que utilizava seu computador para acessar sua conta bancária no Banco Santander.

O fato ocorreu no último dia 31 de julho e no dia seguinte, 1º de agosto, ao consultar o extrato bancário, Daniele constatou um pagamento no valor de R$ 14.100,00 efetuado sem a sua autorização. Daniele contou à reportagem que ao utilizar seu computador, que estava cadastrado na Agência do Santander, acessar o site do Banco e digitar sua senha, entrou na conta, ocasião que faria uma consulta de extrato. No dia seguinte, ao acessar sua conta por volta das 10h45 no mesmo computador, a cliente verificou que seu saldo estava no vermelho. Ela se dirigiu até a Agência bancária e mesmo antes de começar o atendimento foi recebida e relatou o ocorrido. “Eu tinha que ser rápida”, afirmou Daniele, esclarecendo ser a única pessoa que acessa a referida conta. Segundo Daniele, o Banco chegou à conclusão que não tinha responsabilidade sobre o ocorrido, alegando que a correntista teria digitado a senha.

Daniele em nenhum momento nega que digitou a senha e o token, entretanto, alega que não sabia que o estava fazendo por engano de um hacker, um invasor, alguém que queria que ela aprovasse dentro da sua conta uma operação que não era do seu conhecimento. Depois de ter procurado a Agência do Banco Santander em Leopoldina e relatar o problema, Daniele compareceu na Delegacia de Polícia de Leopoldina, onde apresentou o extrato da conta bancária e afirmou desconhecer o referido título descontado.

De acordo com o Delegado Dr. Rafael Sporck (foto), que apura o caso, as informações são preliminares e após entrar em contato com o Banco e ter recebido os detalhes por ele solicitados, as investigações prosseguem no sentido de elucidar o ocorrido.

Procurado pela reportagem, o Santander informa que analisou o caso da empresa Pit Stop Ltda e não identificou irregularidade na validação da transação contestada.

DOCTUM OLIMPÍADA ACADÊMICA
FUPAC LEOPOLDINA