HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

ENTREVISTA: Pedro Augusto Junqueira Ferraz – Presidente da COOPLESTE

Realizada pela primeira vez em 1936, a Exposição Agropecuária e Industrial de Leopoldina terá sua 79ª edição inaugurada dentro de algumas semanas. Nossa reportagem foi recebida na sede da COOPLESTE pelo seu presidente, PEDRO AUGUSTO JUNQUEIRA FERRAZ, que nos concedeu uma entrevista na qual ele fala da atuação da Cooperativa Leste junto à comunidade, das ações em favor do agronegócio, do apoio da população à EXPOLEO, dentre outros temas. 

Pedro Augusto e José Augusto Cabral Coop Leste 7 mai 2015 foto o vigilante online (29)Criado desde os primeiros dias de vida em Leopoldina, Pedro Augusto (65 anos completados no domingo, 24 de maio) nasceu em Juiz de Fora, cidade para qual sua mãe teve que ir em busca de recursos médicos após enfrentar problemas de saúde quando estava grávida. Profissionalmente, Pedro Augusto vem da área econômica, onde trabalhou no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais – BDMG, “uma instituição ímpar dentro do Estado, uma verdadeira escola de desenvolvimento“, lembra nosso entrevistado, acrescentando que “lá passei 25 anos trabalhando em várias áreas. Tive boas experiências, me aposentei e voltei para Leopoldina onde tenho uma propriedade rural, a Fazenda Passa Tempo“. Pedro Augusto foi eleito presidente da Cooperativa Leste há pouco mais de três anos, em 2 de março de 2012.

“Eu costumo falar que não existe floresta de uma árvore só. Nós temos um grupo aqui, esse grupo tem como objetivo viabilizar o projeto de fazer da Cooperativa Leste uma cooperativa diferente, uma cooperativa que venha a ajudar de uma maneira real o produtor rural”, inicia Pedro Augusto sua análise sobre o trabalho que é desenvolvido na COOPLESTE, esclarecendo que a primeira medida de sua gestão foi no sentido de dar seguimento a um projeto de fornecer aos pecuaristas os insumos necessários à produção, a preços civilizados. 

Pedro Augusto e José Augusto Cabral Coop Leste 7 mai 2015 foto o vigilante online (28)“Nós começamos a comprar volumes maiores de produtos tais como soja, milho, fubá, etc., dando oportunidade ao pequeno produtor para que adquirisse essas mercadorias com a margem de 5% e esse Projeto foi um sucesso, tanto foi um sucesso que essa cooperativa de maneira humilde, simples, chegou a vender um milhão de reais num único mês. Isso mostra que esse projeto é viável, que dá certo e que realmente beneficia muito o produtor rural na medida que ele tem acesso àquilo que ele precisa para produzir e a preços compatíveis com a realidade”, declarou o presidente da Cooperativa Leste.

O VIGILANTE ONLINE – Nós nos aproximamos de mais uma Exposição Agropecuária e Industrial de Leopoldina, a maior atração turística e do agronegócio do município e da nossa microrregião. Um trabalho sequenciado da COOPLESTE está conseguindo resgatar no âmbito do Estado e até nacional a tradição da nossa exposição. Gostaríamos que o senhor falasse sobre esta reconstrução da EXPOLEO.

Pedro Augusto 3 por 4PEDRO AUGUSTO – Nós tínhamos dois projetos estratégicos, um deles o fornecimento de insumos necessários à atividade agropecuária. O projeto estratégico número 2 foi justamente o de resgatar ou de fazer da nossa terra a capital do agronegócio através de uma Exposição Agropecuária que fosse referência na região, que fosse uma vitrine daquilo que se produz não apenas em Leopoldina mas da produção da Zona da Mata Mineira. A princípio parecia um sonho um pouco grande, mas eu costumo falar que o nosso tamanho é o tamanho dos nossos sonhos, então nós precisamos sonhar e fazer o possível para realizar o máximo dentro daquilo que acreditamos. Lutamos muito e conseguimos já naquela ocasião fazer aqui há três anos atrás a maior exposição agropecuária da Zona da Mata Mineira. Pedro Augusto e José Augusto Cabral Coop Leste 7 mai 2015 foto o vigilante online (30)É claro que nós recebemos um parque muito bem montado, um parque muito bem estruturado, muito bem localizado, que foi construído ao longo destes 79 anos por vários presidentes que aqui passaram, deixando aqui marcas muito importantes. Nosso trabalho foi de aumentar o número e a qualidade dos animais expostos, diversificar a Feira e dar grandiosidade ao evento. Veio uma Comissão de Belo Horizonte que fez algumas análises nas cidades de Juiz de Fora, Muriaé e Leopoldina, quando a conclusão foi muito positiva pra nós, na qual foi detectada através de documento da Secretaria Estadual de Agricultura que Leopoldina tinha o melhor Parque de Exposições da região, superior ao de Juiz de Fora, superior ao de Muriaé. Isso foi um incentivo muito grande para que déssemos continuidade ao nosso Projeto através de uma revista que mostrou de uma maneira muito real o potencial da região em número de habitantes, de localização, de estradas de acesso. Isso tudo foi o primeiro passo para que as pessoas, as empresas, os produtores rurais entendessem que aqui era um lugar bom. Pedro Augusto Coop Leste 7 mai 2015 foto o vigilante online (7)E com isso nós conseguimos já nessa primeira Exposição fazer aqui uma Feira com mais de 500 animais. Isso foi ganhando vulto e nós conseguimos no ano passado uma exposição de 700 animais aqui presentes, um número muito significativo. Evidentemente isso trouxe prestígio pra nossa cidade e procuramos misturar, fazer uma festa “misturada” não só da Exposição sob o aspecto de animais mas também de tecnologia, procurando mostrar aqui que havia a possibilidade de palestras para transferência de tecnologia, não deixando de lado o aspecto turístico, procurando colocar bons restaurantes, boas comidas e boa música para que isso tudo misturado fizesse a nossa Festa durante nove dias (a Exposição eram quatro dias, depois o meu antecessor passou para uma semana e nós aumentamos mais dois dias). Com isso nós conseguimos muito êxito nessa empreitada de fazer a maior exposição agropecuária da Zona da Mata Mineira.

Pedro Augusto Junqueira Ferraz apresentando vários registros históricos da EXPOLEO ao repórter José Augusto Cabral.
Pedro Augusto Junqueira Ferraz apresentando vários registros históricos da EXPOLEO ao repórter José Augusto Cabral. Foto: O Vigilante Online.

O VIGILANTE ONLINE – Como é o apoio da população em relação à EXPOLEO?

Pedro Augusto 3 por 4PEDRO AUGUSTO – O apoio da população em relação à Exposição é grande. Nós tivemos aqui no ano passado a visita de cerca de 100 mil pessoas. Batemos recordes no ano retrasado das vendas de bebidas – cerca de 70 mil latas de cerveja vendidas durante o período da Exposição, o que mostra um apoio muito grande das pessoas que entenderam e vieram aqui prestigiar a nossa festa.

O VIGILANTE ONLINE – E o apoio dos Poderes Públicos municipais?

Pedro Augusto 3 por 4PEDRO AUGUSTO – De maneira humilde, mas com muita certeza que é necessário, precisamos do Poder Público porque esta é uma Festa que divulga de maneira extraordinária o potencial da nossa Terra e as qualidades da nossa gente. O nosso sonho é que esta Exposição tivesse cantores do melhor e mais importante nível nacional e com os portões abertos, mas nós não conseguimos fazer isso, nós não temos recursos suficientes para fazer isso. De toda maneira nós perseguimos sempre a possibilidade de oferecer à população um lazer gratuito. Então este ano, durante todo o período da Exposição nós só vamos cobrar durante dois dias, que seriam na última sexta e no último sábado. Todos os outros dias serão gratuitos e com bons espetáculos. Além disso nós temos uma preocupação muito grande com a criança. É muito importante que uma exposição agropecuária dê uma oportunidade à criança pra que ela tome conhecimento o que é o meio rural. Esse ano, como nos anos anteriores, nós vamos trazer pra cá uma fazendinha. Estamos em negociações com a Prefeitura municipal no sentido de trazer todas as crianças para que venham aqui visitar esta fazendinha, uma visita agendada, especial pra essas crianças. Tudo isso é uma preocupação que nós temos no sentido de dar oportunidade para que as pessoas venham aqui, principalmente nesse momento difícil que o Brasil vive, no qual o poder aquisitivo é cada vez mais diminuído, as pessoas realmente não tem recursos para poder frequentar Festas e ter gastos extras. 

79 Expo capa

O VIGILANTE ONLINE – A Cooperativa Leste vem participando do dia a dia do município apoiando iniciativas como o Festival de Sorvetes da Sol e Neve em benefício da Casa de Caridade Leopoldinense.

Pedro Augusto 3 por 4PEDRO AUGUSTO – A Cooperativa Leste não pode ficar à parte da comunidade, temos que nos inserirmos, temos que participar junto com a comunidade, eu tenho essa convicção.

Na foto abaixo o Parque de Exposições completamente lotado durante o Festival de Sorvetes Sol e Neve em benefício da Casa de Caridade Leopoldinense. Foto: O Vigilante Online.

Festival de Sorvetes Sol e Neve 2015. Foto: O Vigilante Online.

Leilão Coopleste junho 2015 cartaz
Clique na imagem para ampliar.

O VIGILANTE ONLINE – É difícil a estruturação financeira para a realização da EXPOLEO?

Pedro Augusto 3 por 4PEDRO AUGUSTO – Nós somos uma diretoria que trabalha voluntariamente, não ganhamos um tostão para exercermos o papel que exercemos aqui. Os cooperados não contribuem de maneira mensal ou de alguma forma sistemática para o caixa da cooperativa. O caixa da cooperativa é feito em função da criatividade, shows que aqui se realizam, porque nós não podemos misturar toda essa área comercial nossa com a outra, elas são separadas. Nós precisamos exercitar muito a criatividade no sentido de viabilizar recursos para fazer esta Festa. Quero deixar nesta oportunidade um apelo muito grande ao senhor Prefeito Municipal e ao nosso Presidente da Câmara de vereadores, que entendam que essa festa valoriza a cidade, que vende o nome da cidade, que ela tem penetrações fortes não só na Zona da Mata mas em outras regiões, atraindo investimentos, mostrando a pujança da nossa terra, é uma vitrine muito importante para Leopoldina, então nós precisamos do apoio de todos, independente da coloração partidária e da visão que as pessoas tenham das coisas, o nosso sonho é que todos eles estejam reunidos conosco em volta de uma mesa para que a gente possa discutir, debater as ideias, sempre com o seguinte princípio: vamos brigar com as ideias mas não vamos brigar com as pessoas. Eu acho que é dentro dessa linha que nós vamos construir e é assim que nós temos trabalhado para poder construir essa Exposição Agropecuária.

O 79º CONCURSO LEITEIRO, o 11º CONCURSO LEITEIRO DE CABRAS e o 1º TORNEIO DE PÁSSAROS são algumas das atrações deste ano durante a Exposição Agropecuária e Industrial de Leopoldina. (Clique nas imagens para ampliar)

O VIGILANTE ONLINE – Como está a programação artística da EXPOLEO para este ano?

Pedro Augusto 3 por 4PEDRO AUGUSTO – Nós estamos agora na reta final no sentido de escolher os nomes desses shows. Acabamos de fechar o show que vai abrir a exposição no dia 4 de julho que é O “Minas ao Luar”, gratuito, um show muito bonito. No sábado nós teremos a abertura da exposição (não a inauguração oficial, que ocorrerá no domingo). Nós teremos aqui um Minas ao Luar novo, diferente, que é um espetáculo muito bonito patrocinado pelo SENAC e que já veio a Leopoldina outras vezes, inclusive aqui na exposição, e realmente é um show imperdível, totalmente gratuito. No domingo nós teremos o concurso de Miss, transformado por nós em Miss Regional e queremos deixar aqui um convite não só para as meninas e os meninos de Leopoldina como das cidades vizinhas que nós teremos novamente o Miss Regional no domingo, isso é o que eu posso adiantar no momento. NOTA DA REDAÇÃO: Após esta entrevista outras atrações foram definidas pela COOPLESTE para abrilhantarem a 79ª Exposição. Posteriormente O VIGILANTE ONLINE divulgará a programação completa do evento ).

Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis, em Leopoldina. Fotos: O Vigilante Online.
Alguns ângulos do Parque de Exposições José Ribeiro dos Reis, em Leopoldina. Fotos: O Vigilante Online.

O VIGILANTE ONLINE – Qual mensagem o senhor gostaria de deixar ao público?

Pedro Augusto 3 por 4PEDRO AUGUSTO – Nós entendemos que a imprensa é um dos pilares importantes para a construção e realização desta Festa. Temos a exata compreensão do quanto a imprensa pode colaborar não só com a divulgação como também com críticas construtivas no sentido da gente estar sempre num processo de modernização e de melhora. Então eu fico muito feliz de ter esta oportunidade de participar de O VIGILANTE ONLINE para que a gente possa divulgar essa Exposição Agropecuária. O que eu posso deixar muito claro é que vale a pena visitar Leopoldina de 4 a 12 de julho de 2015 e participar dessa exposição. É uma Festa misturada, alegre, cheia de gente bonita, animais de alta qualidade, tecnologia, boa música, e mais do que isso, participar durante essa festividade de uma cidade extremamente acolhedora que é a nossa Terra. Se me perguntar o que é mais importante em Leopoldina eu falo: não é a topografia, não é o clima, não é a arquitetura, a coisa mais bonita que nós temos são as pessoas que moram aqui, é a forma acolhedora como a cidade recebe quem a visita.

O VIGILANTE ONLINE. 

FUPAC LEOPOLDINA
FIC CATAGUASES