HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

Grupo Novos Horizontes de Alcoólicos Anônimos constrói sede própria


LEOPOLDINA

Emílio F e Pedro A, dentre outros companheiros do A. A., acompanham diariamente o andamento da obra.

Da Redação
Jornal O Vigilante Online

Os Alcóolicos Anônimos (A. A.), são uma comunidade com caráter voluntário, composta por homens e mulheres que se reúnem para alcançar e manter a sobriedade através da abstinência total de ingestão de bebidas alcoólicas. O primeiro grupo de Alcoólicos Anônimos surgiu em junho de 1935, na cidade de Akron, Ohio, Estados Unidos. Sua sede está localizada em Nova Iorque. A Irmandade está presente em aproximadamente 180 países, dentre eles o Brasil, onde o A. A. iniciou efetivamente suas atividades em 1947, no Rio de Janeiro. Em Leopoldina, o primeiro Grupo de A. A. foi denominado Novos Horizontes.

Tradicionalmente, os membros de A. A. mantêm seu seu anonimato em público: na imprensa, no rádio, na televisão, no cinema e, mais recentemente, na Internet. Daí, sempre que participam de entrevistas ou depoimentos, utilizam pseudônimos, ou o primeiro nome seguido da abreviatura do sobrenome, ou ainda suas iniciais.

  De acordo com Emílio F, o Grupo Novos Horizontes vem desde 1971 salvando vidas e levando a mensagem de Alcoólicos Anônimos em toda região: “O Grupo Novos Horizontes é pioneiro em toda região. Foi trazido por mim e por um companheiro de Duque de Caxias, José Alves, já falecido”, contou Emílio, em entrevista concedida ao jornal O Vigilante Online. “Alcoólicos Anônimos chegou em Leopoldina no dia 5 de setembro de 1971. Nós fomos abordados pelo companheiro José Alves, de Duque de Caxias. No dia 11 já passamos a ter um conhecimento do que era Alcoólicos Anônimos. Abraçamos a causa e no dia 2 de outubro daquele ano eu fui ingressado em Miracema. No dia 3 fizemos realizar a primeira reunião em Leopoldina, portanto, o dia 3 de outubro é considerado por nós como o aniversário da entidade em Leopoldina”, esclareceu o membro de A. A.

“Do Grupo Novos Horizontes, que foi o pioneiro, surgiram mais 5 grupos em Leopoldina, dentre eles o Grupo Progresso, fundado pelo Grupo Novos Horizontes”, detalhou Emílio, acrescentando que desde 1971, cerca de 2.700 pessoas passaram pelo Grupo Novos Horizontes. Ainda segundo F, grande parte destas pessoas está em recuperação, muitos já partiram e muitos se mudaram para outras cidades, mas constantemente visitam o Grupo Novos Horizontes. “De ano em ano nós comemoramos a fundação, o início do Grupo, ocasião em que recebemos companheiros de vários estados brasileiros, e constantemente companheiros que vêm do Nordeste, do Rio de Janeiro, São Paulo”, destacou o entrevistado. Atualmente, o Grupo Novos Horizontes de Alcoólicos Anônimos funciona pagando aluguel no prédio da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Leopoldina (ACIL), onde acontecem as reuniões na sala 106, primeiro andar.

Construção da sede

   Na Rua Acácio Serpa, número 159, paralela à Rua Ribeiro Junqueira, está sendo construída a sede do Grupo Novos Horizontes. O terreno foi doado pelo município em 2013, após iniciativa da Câmara de Vereadores junto ao Executivo Municipal. “Desde 2014 estamos tentando construir o edifício”, revelou Emílio, comentando que está faltando dinheiro. “Estamos trabalhando com recursos próprios e de alguns doadores anônimos. Esta obra ficará para o município. É uma obra que não é nossa, ela pertence a Leopoldina e suas futuras gerações”, afirmou. “Por exigência da Secretaria de Obras da Prefeitura a nossa fundação aqui foi assustadora, uma fundação que dá para construção de 6 ou mais andares. Tudo isso é pra segurar a rua de cima, ou seja, a Rua Ribeiro Junqueira”, observou.

Durante o depoimento à reportagem, Emílio relembrou de uma passagem que fez questão de compartilhar com o público: “Nós recebemos em determinada época um pedido de abordagem. Eu e um companheiro, o Alemão, fomos a Manhumirim de carona e fizemos a abordagem. Foi fundado o Grupo lá e de Manhumirim eles levaram a palavra para Inhapim, Caratinga, Manhuaçu, enfim, para aquela região.”

Ao final da entrevista, Emílio F deixou a seguinte mensagem: “Para entrar em contato e solicitar apoio ao Grupo Novos Horizontes, podem nos procurar aqueles que tenham o desejo sincero de paralisar com a bebida. No nosso grupo existem reuniões com companheiros que são também dependentes de outras drogas. É claro que a droga maior é o álcool, mas o álcool leva a outras drogas. E eles participam conosco fazendo o que fazemos, ou seja, psicoterapia de suporte, ajuda de um ao outro com suas experiências dentro do alcoolismo”, finalizou.

Os Doze Passos (para os Alcoólicos Anônimos) são:

1- Admitimos que éramos impotentes perante o álcool – que tínhamos perdido o domínio sobre nossas vidas.
2- Viemos a acreditar que um Poder superior a nós mesmos poderia devolver-nos à sanidade.
3- Decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de Deus, na forma em que O concebíamos.
4- Fizemos minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos.
5- Admitimos perante Deus, perante nós mesmos e perante outro ser humano, a natureza exata de nossas falhas.
6- Prontificamo-nos inteiramente a deixar que Deus removesse todos esses defeitos de caráter.
7- Humildemente rogamos a Ele que nos livrasse de nossas imperfeições.
8- Fizemos uma relação de todas as pessoas que tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.
9- Fizemos reparações diretas dos danos causados a tais pessoas, sempre que possível, salvo quando fazê-lo significasse prejudicá-las ou a outrem.
10- Continuamos fazendo o inventário pessoal e, quando estávamos errados, nós o admitíamos prontamente.
11- Procuramos, através da prece e da meditação, melhorar nosso contato consciente com Deus, na forma em que O concebíamos, rogando apenas o conhecimento de Sua vontade em relação a nós, e forças para realizar essa vontade.
12- Tendo experimentado um despertar espiritual, graças a esses Passos, procuramos transmitir essa mensagem aos alcoólicos e praticar esses princípios em todas as nossas atividades

“Para entrar em contato e solicitar apoio ao Grupo Novos Horizontes, podem nos procurar aqueles que tenham o desejo sincero de paralisar com a bebida. No nosso grupo existem reuniões com companheiros que são também dependentes de outras drogas. É claro que a droga maior é o álcool, mas o álcool leva a outras drogas. E eles participam conosco fazendo o que fazemos, ou seja, psicoterapia de suporte, ajuda de um ao outro com suas experiências dentro do alcoolismo”

posts relacionados