HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

Guardião da noite


Por Natan Yaveh*

 

  Ninguém sabe o nome dele, mas seu apelido é Sukita, isso por causa de uma situação que aconteceu na sua infância. Sukita é morador de rua, toma conta de algumas lojas ali no centro da cidade e em troca recebe dos proprietários umas quentinhas frias. Poucas pessoas sabem, mas Sukita evitou muitos assaltos ao longo de sua vida. Com certeza é conhecido dos que vivem de madrugada: bêbados, viciados e garotas de programa.

Uma coisa que poucas pessoas sabem é que Sukita possui poderes especiais: ele consegue se encolher para caber em qualquer lugar. Certa vez viram-no se escondendo da chuva em baixo de uma sacola plástica e não se molhou; ele também é imune a certas infecções, pois desde muito tempo se alimenta de comidas encontradas no lixo e nunca lhe fez mal algum.

Há quem diga que Sukita possui uma pele tão rígida como rocha, pois certa vez um jovem bêbado que havia feito uma aposta com os amigos espancou-o com pauladas, mas após uma semana, exatamente, já estava recuperado e revirando o lixo do hospital para encontrar alguma coisa.

Sukita é aquele tipo de pessoa que ninguém sabe a história, a única coisa que sabemos é que ele sempre esteve ali naquela situação e ninguém se importa com o porquê da situação e nem se Sukita quer sair dali, mas a verdade é que Sukita como todos os super-heróis também possui seu ponto fraco.

Uma vez por ano Sukita precisa ser alimentado, uma vez por ano Sukita sente necessidade de um cobertor para se esconder do frio e todos sabiam de sua fraqueza, por isso quando o inverno chegava todos se prontificavam a ajudar, mas só no inverno. E sabendo disso seu arqui-inimigo Doutor Hipócrita cegou as pessoas e todos fingiram que esqueceram e alguns começaram a pensar que outra pessoa o faria. Ontem o mundo perdeu seu guardião da noite. Nos despedimos de Sukita que se escondia em qualquer lugar, que era imune a qualquer coisa, menos ao frio que levou sua vida.

*Natan é natural de Ubá, já morou em Vitória/ES e atualmente reside em Leopoldina. O texto acima trata-se de uma ficção para que os leitores reflitam sobre a situação dos moradores de rua em todo o país. 

posts relacionados