SOL E NEVE
PIT STOP
ASAS MOTOPEÇAS

Imanzinho é inaugurado em Leopoldina e inicia atividades nesta segunda


LEOPOLDINA


Localizado na Rua Juvenal Carneiro, 152, Berçário e Hotelzinho Imanzinho é uma extensão do IMAN – Instituto Metodista Arca de Noé.

 

Apresentação da equipe de profissionais que atuará no Imanzinho.

Da Redação
Jornal O Vigilante Online

 Foi inaugurado em Leopoldina na última sexta-feira, 1º de setembro, o Berçário e Hotelzinho Imanzinho, localizado na Rua Juvenal Carneiro, 152, na região central da cidade. O evento contou com a presença de convidados, parceiros e colaboradores da instituição. O estabelecimento entrará em atividade nesta segunda-feira, 4 de setembro, atendendo crianças de zero a dois anos.

Segundo sua diretora, Lúcia de Fátima Bezerra Coutinho (foto abaixo), o funcionamento acontecerá de segunda à sexta-feira, com turmas nos horários de 07h00 às 18h00, 07h00 às 12h30 e 12h30 às 18h00. As matrículas estão abertas e podem ser feitas na sede do IMAN, na Rua Manoel Lobato, 88.

 A ideia de criar o Imanzinho surgiu em janeiro deste ano, quando o Instituto Metodista Arca de Noé (IMAN) foi procurado por duas mães que foram aprovadas em concurso e começariam a trabalhar. “O Imanzinho surge então através da demanda, da necessidade, da procura que nós tivemos para atender essas crianças de zero a dois anos. Procuramos o espaço, uma casa adequada, até que identificamos este imóvel e em julho fechamos o contrato e começamos, de fato, a cumprir as exigências da SRE”, explicou Lúcia Coutinho, informando que o berçário atenderá crianças de zero a dois anos. “O hotelzinho, um lugar de aconchego, de diversão e acolhimento, é voltado para crianças que são menores de quatro anos, mas nós aqui vamos fazer esse serviço especificamente de zero a dois anos.”

Diferencial

 O diferencial do Imanzinho está na especificidade que uma escola, um ambiente pedagógico para atendimento de crianças de zero a dois anos exige. “São estimulações e cuidados muito específicos, muito próprios à idade, e que a escola como um todo, às vezes a escola do maternal 1, que atende crianças a partir dos dois anos, ainda não está muito preparada para receber”, comentou a diretora Lúcia. “Nós temos uma sala lá no Iman, que atende crianças de zero a dois anos, que já estava com bastante recursos, mas nós não temos ainda um ambiente que permita essas crianças dormirem no Iman, e aqui isso já será possível. Lá também nós não temos esse serviço de zero a dois anos integral, por conta do nosso espaço e até por conta do serviço que nós não tínhamos ainda lá”, acrescentou a diretora.

Equipe de profissionais

Formada inicialmente por 8 profisionais, dentre elas uma enfermeira, cujo trabalho é mais específico para o físico e a saúde do bebê, com banho, a higiene e alimentação, e uma pedagoga que coordena toda a parte pedagógica, de estimulações. “Assim como nós temos no IMAN, estamos trazendo também para o Imanzinho uma psicomotricista, para fazer o trabalho de estimulação psicomotora”, detalhou a diretora, avaliando que a equipe atende a demanda atual do Imanzinho. “Nós já temos uma lista de espera que vai chegar na segunda-feira, temos algumas crianças com idades de dois anos que estão vindo pra cá, além de dois bebês”, contou Lúcia, destacando que o Imanzinho atendeu todas as exigências feitas pela Superintendência Regional de Ensino (SRE), “que são realmente criteriosas e necessárias”, observou.

 Ramon dos Santos Coutinho (foto), Pastor da Igreja Metodista Central de Leopoldina e o responsável pela Instituição mantenedora do IMAN, declarou que a inauguração do Imanzinho é um privilégio. “Já estamos há 29 anos trabalhando com as crianças de 2 anos em diante e agora havia esta lacuna e até uma expectativa da cidade de que a gente organizasse alguma coisa. Depois de 29 anos a gente tem realmente um ‘know-how’. Organizamos e demos esse passo também incentivados pela própria demanda da cidade. E fizemos com todos os critérios que se pode fazer uma Educação. Então, nós estamos muito atentos nesse público que vamos atender, de zero a dois anos. A nossa proposta é uma proposta de educação integral, na sensibilidade, no desenvolvimento dos sentidos, é quando os pais encaminham seus filhos pra que a gente continue passando para eles aquilo que eles haverão de dar continuidade quando vierem buscá-los. Neste sentido, nós estamos cumprindo a nossa visão ministerial. Eu falo que o IMAN é um ministério da Igreja, porque o Iman não é um braço empresarial da Igreja, é um ministério, nós fazemos, oferecemos e os recursos são encaminhados 100% para a própria instituição. Ninguém tem lucro com isso. De zero aos 12 anos, estamos conseguindo fazer alguma coisa e acreditamos que esta iniciativa despertará outras pessoas para seguirem na mesma direção. Destaco a seriedade psicológica, pedagógica e pastoral desta instituição, como também a responsabilidade social e civil de cumprir todas as exigências que se podia cumprir. O Imanzinho é inaugurado com todas as certificações de funcionamento. Isso pra nós é um grande diferencial para os pais que trouxerem seus filhos para cá. Eles terão um cuidado de primeira qualidade, com muito carinho, com muito amor, com muita sensibilidade espiritual para cuidar dessas crianças. Estamos muito felizes por poder oferecer isso. É um privilégio poder alcançar este nível de ação”, afirmou o Pastor Ramon.

A diretora Lúcia de Fátima Bezerra Coutinho conduziu a solenidade de inauguração do Imanzinho.

 

Pronunciamento do Pastor Ramon dos Santos Coutinho.

 

Durante a inauguração do Imanzinho a diretora Lúcia destacou a parceria com o Instituto de Idiomas Wings, que esteve presente naquela cerimônia através de sua diretora Ana Luíza Reis e colaboradoras do Instituto.

Mais Notícias