HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

Ministério da Agricultura afasta servidores indiciados na Operação Carne Fraca


Ministro Blairo Maggi também determinou abertura de processos administrativos para apoiar as investigações da Polícia Federal.

Em nota, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, informou, nesta sexta-feira (17), que determinou o afastamento dos servidores do órgão indiciados na Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. A abertura de processos administrativos vai apoiar as investigações da PF.

A operação, cuja investigação começou há mais de dois anos, apura o envolvimento de fiscais agropecuários federais em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular a empresários do agronegócio.

“O que as apurações da Polícia Federal indicam é um crime contra a população brasileira, que merece ser punido com todo o rigor. Neste momento, toda a atenção é necessária para separarmos o joio do trigo. Muitas ações já foram implementadas para corrigir distorções e combater a corrupção e os desvios de conduta, e novas medidas serão tomadas”, afirmou o ministro. “Minha determinação é tolerância zero com atos irregulares no Mapa”, concluiu.

É a maior operação já realizada pela Polícia Federal. Cerca de 1.100 policiais federais estão cumprindo 309 mandados judiciais, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão, em residências e locais de trabalho dos investigados nas cidades de Curitiba, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Goiânia.

O VIGILANTE ONLINE
Fonte: Portal Brasil, com informações da Polícia Federal e do MAPA