TOP BANNER FADECIT E SOL E NEVE
TOP BANNER FADECIT E SOL E NEVE
Polícia Civil de Leopoldina participa de operação em empresas de ex-candidato a prefeito no Sul de Minas

Polícia Civil de Leopoldina participa de operação em empresas de ex-candidato a prefeito no Sul de Minas


Delegados e Investigadores da Delegacia Regional de Leopoldina participaram de operação. Alvo é considerado um dos políticos mais ricos do país.

Policiais civis da Delegacia Regional de Leopoldina participam de operação em empresas de ex-candidato a prefeito no sul de minas

A Polícia Civil fez uma operação nesta quinta-feira (26) nas empresas de Rafael Gois. O empresário foi candidato a prefeito de São Gonçalo de Sapucaí, Sul de Minas Gerais. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão, que resultaram na apreensão de documentos e computadores. A suspeita da polícia é que o empresário estaria utilizando contratos de maneira fraudulenta para ter vantagens indevidas.

Policiais Civis de São Gonçalo do Sapucaí e da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civíl – Leopoldina, dentre eles 2 delegados e 10 investigadores, cumpriram quatro mandados de busca e apreensão para investigar as empresas do Grupo Gois e Silva, que pertencem ao empresário. Documentos e computadores foram apreendidos no galpão onde ficam os carros das empresas. Todo o material foi levado para a delegacia. “A gente vai ver essa documentação se bate com a placa do veículo certinho, se os documentos são legais”, disse o delegado Márcio Rocha.

Policiais civis da Delegacia Regional de Leopoldina participam de operação em empresas de ex-candidato a prefeito no sul de minasTodo o trabalho de apuração está concentrado no 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora. A unidade de São Gonçalo do Sapucaí apenas registrou o boletim de ocorrência. Rafael Gois Silva Chavier está sendo investigado por estelionato, organização criminosa e falsificação de documentos. Conforme a polícia, no mínimo cinco integrantes comandam essa organização. A investigação já dura seis meses. “A gente acredita que ele use contratos de maneira fraudulenta para ter vantagens indevidas”, disse o delegado Wellington Clair.

Rafael Gois tem 36 anos e possui empresas de vários segmentos em Minas Gerais e São Paulo. Ele foi candidato à prefeitura pelo Partido Republicado Brasileiro (PRB). Gois foi o segundo mais votado, com 4.470 votos, mas a candidatura foi indeferida. Ele é considerado um dos políticos mais ricos do país. No site do Tribunal Superior Eleitoral, a lista de bens de Gois é extensa e totaliza mais de R$ 180 milhões. Patrimônio que chama atenção, já que no site do TSE, ele aparece como tendo ensino fundamental incompleto.

O VIGILANTE ONLINE
Fonte: G1 Sul de Minas

Postado às 08h55

TOP BANNER SHOPTIME