HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT
HORIZONTAL – TOP BANNNER SOL E NEVE, ASAS MOTOPEÇAS & FADECIT

Vereador sugere placas para alertar pontos com maior risco de acidentes na BR-116

LEOPOLDINA/RODOVIAS

A Câmara Municipal de Leopoldina aprovou por unanimidade, em recente reunião ordinária, indicação de autoria do vereador José Augusto Cabral solicitando ao Poder Executivo que se esforce junto ao DNIT, Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros de Minas Gerais no sentido de que sejam colocadas placas de alerta sobre risco de acidentes em trechos da BR 116, onde há curvas acentuadas e perigosas.

Na justificativa que acompanha a matéria, o parlamentar explicou que o objetivo é contribuir para evitar acidentes. Ao formular sua argumentação, ele se reportou a dois acidentes, ocorridos no dia 10 de setembro. Segundo ele, nessa data, foi registrado um acidente nas proximidades do km 780 da BR 116 que vitimou um motociclista, que foi atingido por uma carga de vidro que se desprendeu de um caminhão numa curva acentuada, causando morte instantânea.


O parlamentar relatou também um segundo acidente, ocorrido no mesmo dia, a dois quilômetros do local do primeiro registro. Ele informou que um contêiner se soltou de uma carreta e quase provocou outra tragédia.

José Augusto salientou que são várias as situações de acidentes com tombamentos em curvas acentuadas localizadas em trechos da BR 116 que cortam o município. O vereador ponderou que os gestores públicos tentem superar todas as dificuldades que possam existir para a implementação desta medida. Inclusive, ele defendeu que até mesmo os locais já sinalizados recebam estas placas de reforço.

O vereador explicou que a ideia é que a informação esteja em diversos trechos da rodovia com notória incidência de acidentes para chamar a atenção e, assim, reduzir o risco de novas ocorrências. Quanto ao custo dessa medida, José Augusto considera pequeno se comparado com o que é gasto com o socorro e atendimento às vítimas.

Protocolada com o nº 549/2017, a proposição recebeu as assinaturas dos vereadores Jacques Villela, Flávio Lima Neto, Jurandy Fófano Vieira, Kélvia Raquel, Sebastião Geraldo Valentim, Waldair Barbosa Costa, José Ferraz Rodrigues, Ivan Martins Nogueira, Elvécio de Souza Barbosa, Hélio Batista Braga Castro e Valdilúcio Malaquias.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Leopoldina, com Arnaldo Spíndola

FIC CATAGUASES
DOCTUM OLIMPÍADA ACADÊMICA